Pagar juros abusivos

Fique atento para não pagar juros abusivos

Publicado em 3 de novembro de 2016 na categoria Revisão de Contrato por Willian dos Reis

Financiamento de Veículos ultrapassa a marca de 2.9 milhões no primeiro semestre

Não pagar juros abusivos é um desafio para quem financia veículos novos ou usados.

A CETIP, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG) registrou no primeiro semestre de 2021 a marca de 2,9 milhões de veículos financiados no Brasil, entre novos e usados.

Esse número é maior se comparado ao mesmo período do ano passado, o que demonstra recuperação do setor que foi bastante impactado pelo início da pandemia, onde à época houve queda brusca no total de financiamentos de veículos.

A busca por veículos mais velhos continua em alta, com aumento de 52,4% entre veículos com faixa de uso de 9 a 12 anos contra aumento de 10,6% em relação aos veículos novos, comparando o mesmo período do ano passado.

Em meio a esse “mar” de veículos financiados, o consumidor deve ficar atento e redobrar a atenção na hora de assinar o contrato de financiamento.

No Brasil, é comum pessoas se atentarem apenas se o valor da parcela cabe no bolso, sem fazer as contas de quanto efetivamente irão pagar ao término do contrato. A prática de juros abusivos é corriqueira nesse mercado, e faz-se necessária atenção redobrada do consumidor para não cair em armadilhas e não pagar juros abusivos.

Não pagar juros abusivos é um desafio justamente porque a abusividade de juros contida em contratos é recorrente entre bancos e financeiras.

O que devo fazer para não pagar juros abusivos ?

Segundo o site do Banco Central do Brasil, a taxa média de juros para operações financeiras de crédito para aquisição de veículos – pessoas físicas, registrou a marca de 23,9% a.a. para o mês de setembro/2021.

É comum o consumidor parcelar a compra de seu veículo em 36, 48 e em alguns casos até 60 meses, o que significa que ao final do financiamento irá pagar de duas a três vezes o valor real do automóvel financiado.

Caso sinta que esteja sendo lesado pela cobrança abusiva de juros, ou perceba que esta pagando mais do que o valor contratado no momento da aquisição do bem, o consumidor deve procurar imediatamente ajuda profissional para identificar cobranças ilegais ou abusivas, principalmente no que tange a taxa de juros e cobrança abusiva de juros, relata Evandro dos Reis, CEO da empresa Reis Revisional, consultoria especializada em juros abusivos.

Veja também:

Juros Abusivos: Guia Definitivo

Publicado em Revisão de Contrato
0 Comments

No Comment.

Fale conosco pelo Whatsapp

Olá, estamos on-line para conversar sobre Juros Abusivos, mas por critério de segurança, me informe primeiramente os dados abaixo para darmos início em nossa conversa pelo WhatsApp.