Revisão de juros bancários funciona?

Revisão de juros bancários

Ter um empréstimo bancário em aberto ou financiamento de veículo com longas parcelas é a realidade de milhares de brasileiros.

Mês a mês o boleto vencendo ou a parcela com pagamento programado traz a sensação de que o valor devido ao credor parece muito maior do que aquele que foi contratado.

Se você já teve essa sensação, você não esta sozinho.

O motivo de sentir que pagamos muito mais do que deveríamos esta na composição de juros.

A saber, o Brasil é um dos países que figuram como recordistas em cobrança de juros, estando dentre as maiores do mundo.

Segundo o presidente da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos ) Isaac Sidney Ferreira, são muitos os motivos para esse desagradável título que recai sobre o país.

Dentre esses motivos estão a alta inflação e a instabilidade financeira e econômica, porém a principal justificativa fica a cargo do próprio cidadão tomador de empréstimos, pois a elevada inadimplência encarece os contratos em demasia.

Por outro lado temos o recorde de lucro dessas instituições que batem recordes ano após ano.

Dessa forma, cabe àqueles que se sentirem lesados com tamanha desproporção na cobrança de juros, a buscarem seus direitos e efetuar a revisão contratual.

O que é revisão de juros?

Revisão de contratos bancários

Ao efetuar um empréstimo bancário ou financiamento de veículo por exemplo, estamos nos comprometendo a devolver aquele valor contraído com acréscimo de um percentual sobre o montante.

Esse acréscimo é chamado de juros.

Naturalmente o credor ao efetuar esse empréstimo precisa fazer a cobrança de juros a fim de obter uma remuneração que compense a ele realizar a operação.

O problema começa quando esse valor de juros fica muito acima da média praticada pelo mercado, conforme índices apontados pelo Banco Central do Brasil – Bacen.

A título de conhecimento, o Código Civil em seu artigo 884 estabelece que aquele que enriquecer sem causa justificada às custas de outrem será obrigado a restituir o indevidamente auferido, inclusive com atualização monetária.

Dessa maneira, cobrar juros excessivos em contratos bancários pode ser considerado uma modalidade de enriquecimento sem causa.

Insta frisar que  não basta o consumidor se sentir lesado para que enquadramento na legislação informada, mas sim deve haver uma clara comprovação do abuso.

Essa comprovação pode se dar por intermédio da revisão de juros, onde uma perícia minuciosa do contrato de financiamento ou empréstimo irá abordar todos os pontos passíveis de revisão perante a legislação.

Mas afinal a revisão de juros funciona?

Revisão de juros abusivosDe acordo com a empresa Reis Revisional, líder em revisão de contratos bancários contra os juros abusivos no Brasil, mais de 90% dos contratos bancários possuem algum tipo de abuso que lesa o consumidor.

Isso vale para empréstimos pessoais ou empresariais, cartões de crédito, financiamento de veículos e cheque especial.

Em uma revisão contratual bem elaborada, o valor que deverá ser descontado da dívida a título de cobrança abusiva de juros pode chegar a mais da metade do montante devido.

Ou seja, se elaborada pela Reis Revisional, a economia mínima será de metade do valor da dívida.

Outrossim existem casos onde a cobrança de juros abusivos pode chegar até 90% do montante devido.

Além disso, há ainda uma forma muito comum de abuso em contrato bancário chamada “venda casada”.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a venda casa é caracterizada como infração de ordem econômica, e se configura quando alguém condiciona a venda de um bem ou serviço a outro.

Essa prática é expressamente proibida pela legislação.

A saber, o tipo de venda casada mais comum esta em contratos de financiamento de veículos automotores.

A inserção de tarifas no contrato de financiamento como Taxa de Abertura de Crédito – TAC ou Tarifa de Cadastro em valores acima da média de mercado, seguros diversos, títulos de capitalização e até mesmo contratação de serviços de terceiros não podem estar contidos junto ao contrato.

Dessa forma, a legislação tem se mostrado favorável àqueles que buscam seus direitos e assim, conseguem reaver os valores pagos indevidamente.

Como fazer a revisão de contrato bancário?

Fazer a revisão de uma dívida bancária é muito simples, porém como em todo serviço oferecido, alguns cuidados devem ser tomados.

Ao desconfiar que esta sendo cobrado juros abusivos em uma dívida qualquer, é necessário primeiramente comprovar qual foi a taxa de juros informada pelo credor e qual foi a taxa realmente cobrada.

Alguns sites oferecem calculadores de taxa de juros, como o site do Bacen (Banco Central do Brasil) por exemplo, entretanto o mais recomendado é fazer a revisão com um profissional sério e de renome.

Infelizmente existem algumas empresas aventureiras que prometem o céu e a terra ao consumidor, porém não cumprem com o prometido.

Uma revisão de juros não é algo que se atinge da noite para o dia, sendo necessário o preparo de toda documentação comprobatória, laudos, e uma intensa negociação com a instituição financeira.

Em alguns casos, a redução da dívida pode demorar meses, e nesse período deve haver um suporte à pessoa que esta revisando seu contrato para que esta siga todas as recomendações necessárias para obtenção de êxito na redução de juros.

Nesse sentido a Reis Revisional é decerto a empresa mais preparada.

Certificada pela norma ISO 9001 de qualidade, a Reis Revisional já reduziu a dívida de milhares de pessoas em todo o Brasil.

Para ser você mais um cliente satisfeito é muito simples.

Basta preencher o Cálculo Prévio Online e obter todas informações para proceder com a revisão de sua dívida.

Não perca mais tempo.

Diga não aos juros abusivos com a Reis Revisional.

Willian dos Reis
Willian dos Reis
Co-fundador da empresa Reis Revisional, consultoria especializada na luta contra a cobrança de juros abusivos no Brasil, gerando economia financeira e proporcionando o equilíbrio nas relações de consumo entre seus clientes e Bancos e Financeiras. Condecorada pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE na categoria de Consultoria Financeira, foi premiada por sua preocupação na gestão da qualidade com certificação emitida pela LAQI, reconhecida pela ONU.

Qual sua opinião? Deixe um Comentário

avatar
 
smilegrinwinkmrgreenneutraltwistedarrowshockunamusedcooleviloopsrazzrollcryeeklolmadsadexclamationquestionideahmmbegwhewchucklesillyenvyshutmouth
  Inscreva-se  
Notificação de