como acontece a busca e apreensão de veículo

Como acontece a busca e apreensão de veículos

Publicado em 13 de outubro de 2021 na categoria Busca e Apreensão de Veículo Financiado por Willian dos Reis

Saber como acontece a busca e apreensão de veículos é motivo de preocupação de muitas pessoas que possuem a parcela do financiamento em atraso.

Quando há  o financiamento através de alienação fiduciária, o veículo pertencerá ao credor até quitação do contrato.

De acordo com o Decreto Lei 911/69 que estabelece normas sobre a alienação fiduciária, a busca e apreensão poderá acontecer quando o financiado esta em mora.

Isso significa que, quando uma parcela do financiamento esta atrasada, o credor passa a ter o direito de retomar o bem alienado.

Portanto ao comprovar o atraso da parcela judicialmente, será possibilitado ao credor ingressar com a ação de busca e apreensão do veículo.

Assim, como acontece a busca e apreensão de veículos, o financiado poderá perder o bem ao credor.

Temos que salientar que não existe um prazo determinado para que o banco ingresse com a ação.

Infelizmente, com apenas uma parcela em atraso já é motivo suficiente para aceite da ação de busca por parte do juizado.

Entretanto, na ação de busca e apreensão de veículo é necessário que o credor comprove que o devedor esta em atraso com o pagamento das parcelas, e faça a chamada “notificação extrajudicial”, ou seja, que avise sobre o débito em aberto e junte o comprovante no processo.

Comumente essa notificação é enviada via correios, sendo o comprovante o “AR”, ou seja, o aviso de recebimento anexado à carta de notificação.

De posse desse documento, o banco poderá ingressar com a ação.

Como acontece a busca e apreensão de veículo com 3 parcelas em atraso?

apreensão e busca de veículos

Estar com 3 parcelas em atraso não significa necessariamente que haverá a ação de busca.

Conforme falamos, o atraso de uma única parcela já é motivo suficiente para o ingresso do processo por parte do credor.

Entretanto uma ação judicial envolve despesas processuais como custas e honorários advocatícios.

Dessa maneira, assim como acontece a busca e apreensão de veículo, ocorrerá também a chamada “cobrança vexatória”.

A cobrança vexatória consistem em pressionar o devedor através de ligações insistentes e agressivas, com intuito de receber os valores em atraso sem que ocorra as vias judiciais.

De fato, é direito do credor efetuar a cobrança.

Contudo, essa cobrança deve estar dentro dos limites legais, sendo que a cobrança vexatória é prática criminosa proibida pelo CDC.

Temos que frisar também, que o banco pode decidir ingressar com a ação de busca e apreensão no momento em que achar conveniente.

Dessa maneira, com uma ou com dez parcelas em atraso, haverá o risco do consumidor perder o carro para o banco.

Como evitar a busca e apreensão de veículos?

Juros Abusivos - Reis RevisionalA melhor maneira de evitar a busca e apreensão do veículo que esta com parcela em atraso é através da revisão de contrato bancário.

A saber, mais de 90% dos contratos de financiamento possuem alguma cláusula abusiva.

O principal abuso cometido nesses contratos é a cobrança de juros abusivos.

Dessa forma, o principal indício da cobrança exagerada de juros é quando a parcela esta relativamente alta demais em comparação ao valor financiado.

De acordo com o Código Civil, o enriquecimento sem causa às custas de outra pessoa é prática proibida e deve ser combatida.

Assim, a revisão contratual de financiamento visa a redução dos juros e a proteção do veículo alienado principalmente em âmbito extrajudicial.

Como acontece a busca e apreensão de veículos, a revisão visa a maneiras de anular a busca e apreensão do veículo impetrada pelo credor.

Isso porque, como há comprovação do abuso no contrato de financiamento, a busca deve ser contornada até que o débito se finde com um acordo.

Através da revisão contratual elaborada pela Reis Revisional, é possível chegar a um acordo com o credor por meio da negociação extrajudicial, e assim obter até 90% de redução do montante da dívida.

A Reis Revisional é especialista na redução de dívidas bancárias e juros abusivos.

Agora que você já sabe como acontece a busca e apreensão de veículos, receba gratuitamente o Cálculo Revisional e proteja seu bem  e de quebra, economize seu dinheiro.

Como acontece a busca e apreensão de veículos com documento atrasado?

A busca e apreensão de veículos ocorre quando há um contrato de alienação fiduciária com pendência de pagamento das parcelas.

Dessa maneira, o credor ingressa com a ação para retomar o bem e vendê-lo para quitar o saldo devedor.

Já quando há atraso na documentação do veículo, não ocorre busca e apreensão.

O atraso no pagamento de IPVA e multas por exemplo, poderá acarretar em apreensão do bem em blitz policial ou por agentes de trânsito.

Dessa maneira, quando o veículo é apreendido por atraso na documentação, este deverá ser recolhido a um pátio onde deverá permanecer até quitação dos valores devidos.

A saber, a parcela do veículo é paga ao banco.

Já os valores referente a documentação e impostos, são recolhidos ao governo.

Conclusão

Saber como acontece a busca e apreensão de veículos é fundamental para alertar o consumidor a se defender e utilizar os seus direitos.

De fato, a imensa maioria dos contratos bancários possuem alguma cláusula abusiva

A principal delas é a cobrança de juros abusivos.

Esse tipo de cobrança encarece demasiadamente as parcelas do veículo, aumentando os índices de inadimplência.

Entretanto existe uma saída ainda pouco conhecida dos consumidores a fim de evitar a apreensão do bem pelo processo de busca.

A ação revisional é altamente indicada para rever cláusulas abusivas em contratos de financiamento, e promover o reequilíbrio contratual.

Para saber se você também esta sendo lesado pela cobrança de juros abusivos, faça o Cálculo Revisional.

Através dele você poderá evitar a apreensão do seu veículo  e de quebra economizar dinheiro deixando de pagar juros abusivos.

Publicado em Busca e Apreensão de Veículo Financiado
0 Comments

No Comment.