cobrança abusiva

Além dos juros abusivos, clientes inadimplentes sofrem com a cobrança abusiva

É cada vez mais frequente entre as famílias brasileiras o chamado “colapso econômico” gerado pela diminuição do poder de compra aliado à forma displicente com que pessoas administram suas rendas, exatamente pela dificuldade de manter o padrão de vida em um mundo que vive uma crise generalizada e porque não dizer, globalizada. Quando os gastos superam a renda, torna-se inevitável a inscrição do CPF do devedor nos órgãos de defesa do consumidor e o envio da dívida para escritórios jurídicos incumbidos de efetuar a cobrança, muitas vezes também sendo uma cobrança abusiva, mesmo quando o contrato de financiamento possui juros abusivos e tarifas ilegais embutidas.

É nessa hora que o consumidor conhece a ferocidade das assessorias de cobrança que inundam nossas caixas de email com mensagens ameaçadoras, além do envio de cartas e SMS, e a principal forma de constrangimento, as ligações que são realizadas de maneira particular e explicita, expondo o devedor a constrangimentos justamente para forçá-lo a efetuar o pagamento.

O banco pode efetuar cobranças mesmo quando há cobrança de juros abusivos?

Infelizmente não existe bom senso por parte das financeiras e instituições bancárias no que tange a exageros em relação às taxas de juros, tarifas, cobranças abusivas e de juros abusivos por pagamentos em atraso. Quando o financiado atrasa uma ou duas parcelas, imediatamente começam as ligações e o transtorno causado por atendentes de telemarketing que representam o banco, muitas vezes orientados a serem grossos e mal educados para forçarem o cliente a pagar suas dívidas vencendo-o pelo cansaço, e claro, sem levar em conta que esse mesmo cliente pode estar pagando cerca de duas ou três vezes mais do valor que financiou.

Mas a cobrança abusiva é permitida? O que devo fazer caso isso aconteça?

Quando o consumidor é exposto a cobranças exageradas ou vexatórias, como por exemplo, quando as assessorias começam a ligar em seu local de trabalho por exemplo, essa cobrança é ilegal e deve ser denunciada, conforme consta no artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor. Caso você esteja sofrendo com esse tipo de cobrança, deve procurar a Reis Revisional para obter o recálculo de seu contrato de financiamento.

Cobrança abusiva de dívidas
Avalie este post
Evandro

Fundador da Consultoria Reis Revisional, aliado com a sua equipe já atingiu mais de 70 milhões em economia bancária para os clientes da empresa.

Condecorado pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE como Empresário do Ano 2018 na categoria de Consultoria Financeira. Conquistou a Medalha de Honra Cruz de Malta, certificado em “Marketing & Branding – Manager Leader”, Master in Total Quality Administrations, Global Quality Certification, Brazil Quality Certification, emitidos pela LAQI, reconhecida pela ONU.

Condecorado pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação) com o “Prêmio Referencia Nacional – Consultoria Financeira em Juros Abusivos 2018”, selo de “Referência Nacional & Qualidade Empresarial – Consultoria Financeira em Juros Abusivos”, “Troféu Responsabilidade Cultural 2018”.

Evandro dos Reis
Evandro dos Reis
Fundador da Consultoria Reis Revisional, aliado com a sua equipe já atingiu mais de 70 milhões em economia bancária para os clientes da empresa. Condecorado pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE como Empresário do Ano 2018 na categoria de Consultoria Financeira. Conquistou a Medalha de Honra Cruz de Malta, certificado em “Marketing & Branding – Manager Leader”, Master in Total Quality Administrations, Global Quality Certification, Brazil Quality Certification, emitidos pela LAQI, reconhecida pela ONU. Condecorado pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação) com o “Prêmio Referencia Nacional – Consultoria Financeira em Juros Abusivos 2018”, selo de “Referência Nacional & Qualidade Empresarial – Consultoria Financeira em Juros Abusivos”, “Troféu Responsabilidade Cultural 2018”.

6 Comentários

  1. Eu passo direto por isso ,me ligam direto por causa de um carro .não paguei nenhuma prestação como o advogado me disse e entreguei ele sem nenhum problema ,mas agora o Itaú me ligam dizendo que devo mais de trinta mil reais e já esta em cartório me ameaçando direto

  2. José Santos disse:

    Muito bom o texto. Parabéns

  3. Julya G de Sotto disse:

    Essa revisão serve apenas para financiamento de carros ou para outros também, como por exemplo empréstimos junto a financeiras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.