Carro roubado sem seguro. E agora?

Carro roubado sem seguro

Você já imaginou financiar um veículo e ter o carro roubado sem seguro?

Essa situação é mais comum do que imaginamos, e certamente um desespero toma conta daqueles que passam por isso.

Comprar um carro nem sempre é uma aquisição fácil de se fazer, e claro, de se pagar, sendo que na maioria das vezes temos que financiar esse bem em inúmeras prestações.

Dessa forma algumas pessoas acabam ficando sem dinheiro para arcar com todas as despesas provenientes da aquisição, sendo que o seguro se torna um dos primeiros itens a ser sacrificado.

Entretanto quando isso acontece e o bem não é recuperado, como fica o prejuízo?

O consumidor já é massacrado com taxas de juros abusivas e alta carga tributária.

Agora imagina pagar as prestações de um bem sem poder usufruí-lo?

Segundo dados o Sistema Nacional de Informações de  Segurança Pública – SINESP, o número de roubos de veículo ultrapassou a marca de 1 milhão nos últimos 4 anos.

Já o número de furtos, que é quando o bem é levado sem a presença da vítima, foram 1.139.961 casos no mesmo período.

Em suma, quem é proprietário de um veículo corre um enorme risco de tê-lo roubado ou furtado em nosso território nacional.

O que fazer com o financiamento quando o carro é roubado sem seguro?

Veículo sem seguro roubado

Carro financiado roubado sem seguro

Quando isso acontece a sensação de injustiça e impunidade toma conta da vítima, já que muito dificilmente ela terá o seu bem recuperado.

Entretanto quem assina um contrato de financiamento na verdade não esta adquirindo um veículo do banco, mas sim pegando dinheiro emprestado para adquirir o bem.

Dessa forma, na grande maioria dos casos, o veículo é apenas a garantia de pagamento da dívida.

Com isso, quando o carro roubado sem seguro, ainda há obrigação por parte do financiado em efetuar os pagamentos das parcelas.

Por mais injusto que pareça, a obrigação se dá por conta do valor do empréstimo, e não pelo veículo em si.

Ocorre que muitas vezes o consumidor é lesado por cobranças abusivas no contrato de financiamento.

Mas veja bem, isso nada tem a ver com o fato do carro ter sido roubado ou furtado.

Assim, é direito do consumidor fazer uma revisão do financiamento, e direito do credor em efetuar a cobrança das parcelas normalmente.

Para os casos onde há abusos em relação às taxas de juros, a revisão da dívida pode trazer um enorme alívio financeiro ao devedor.

Isso ocorre porque no Brasil, mais de 90% dos contratos de financiamento de veículos possuem algum tipo de irregularidade.

E os abusos não param por ai.

Ao deixar de pagar as prestações em dia, o consumidor sofre constantemente com a chamada “cobrança abusiva”.

Esse tipo de cobrança se dá quando escritórios especializados no recebimento de dívidas extrapolam o direito de cobrar e acabam sendo agressivos e invasivos na cobrança.

Essa prática é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor e deve ser denunciada.

Por fim, quem teve o carro roubado sem seguro deve fazer o cálculo revisional do contrato a fim de detectar possíveis irregularidades e amenizar o prejuízo pagando um valor justo pela dívida.

O que é Cálculo Revisional de Contrato

revisão juros abusivos

Revisional de contrato de financiamento

A Reis Revisional, empresa consolidada no ramo de revisões de contratos e dívidas bancárias, define o Cálculo Revisional como sendo a melhor maneira de detectar e comprovar abusos cometidos pelas instituições financeiras contra o consumidor.

Dessa maneira, a revisão contratual é cabível e pode significar uma economia real ao consumidor em mais de 50% do valor de sua dívida.

Para fazer o Cálculo Revisional basta ter em mãos os dados do financiamento como valor financiado, número de parcelas, valor das prestações e total de prestações pagas.

Ao preencher o formulário de cálculo online, um consultor especializado fará o atendimento e  simulará os valores corretos de juros para descobrir se os valores cobrados estão ou não abusivos.

Em suma, o cálculo revisional serve tanto para quem ainda possui o veículo como para quem teve o carro roubado sem seguro.

Isso porque, de acordo com o que explicamos, a obrigação de pagamento das parcelas continua estando o consumidor de posse ou não do bem.

Entretanto é seu direito pagar um valor correto e justo pelo financiamento adquirido.

Consumidor pode pedir indenização de Carro roubado sem seguro estacionado na zona azul?

Carro roubado zona azulTer um carro roubado ou furtado quando esta estacionado na zona azul tem se tornado cada vez mais frequente.

Quando isso acontece, será que o Estado tem alguma responsabilidade no ocorrido?

Um carro roubado sem seguro quando esta estacionado na zona azul na verdade esta em um local público.

Entretanto por que uma pessoa deve pagar para estacionar naquele local público se não há garantias de segurança ou mesmo que o carro continuará lá quando você retornar?

Ao estacionar em um estacionamento privado, há a responsabilidade do estacionamento para com o zelo do veículo.

O termo “responsabilidade” se refere a obrigação de reparo a algum dano.

Quando uma pessoa é prejudicada pela omissão do Estado, então surge a obrigação dele em reparar esse dano.

Entretanto no Brasil as coisas não funcionam de modo tão simples assim.

De fato é raro encontrar nos dias de hoje alguma decisão dos tribunais em que o Estado fosse obrigado a indenizar carro roubado sem seguro estacionado na zona azul.

Entretanto uma das Câmaras do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou procedente o pedido de um proprietário que teve o carro furtado quando estava estacional em um desses locais.

Dessa maneira, a Prefeitura foi condenada a pagar indenização a fim de ressarcir os prejuízos sofridos pelo dono do carro.

Por fim, a cobrança de zona azul esta prevista no Código de Trânsito Brasileiro como forma de dar rotatividade às vagas.

Porém caso algo ocorra com o veículo, o proprietário terá que acionar a justiça para talvez ter o direito à indenização, correndo um sério risco de perder a causa.

Posso fazer revisão contratual de veículo batido com perda total?

Esse caso é bem parecido ou idêntico ao carro roubado sem seguro que ainda possui algum financiamento em aberto.

O veículo, mesmo batido e sem mais ter condições de utilização, ainda é a garantia do contrato quando este se dá pela alienação fiduciária.

A saber, alienação fiduciária de um bem é quando este é colocado como garantia ao pagamento de alguma dívida.

Dessa forma, mesmo com o veículo intransitável, o consumidor ainda tem a obrigação de efetuar os pagamentos.

Contudo isso não significa que este não possa revisar o seu contrato.

Ao fazer uma revisão contratual, a dívida poderá ser reduzida em mais da metade do valor original.

Isso ocorre porque bancos e financeiras extrapolam o direito de cobrar juros, levando vantagem excessiva sobre o consumidor.

A saber, o Código Civil estabelece que enriquecer às custas de alguém sem motivo justificado é crime.

Assim, ao cobrar juros abusivos do consumidor, o credor estará enriquecendo às suas custas, devendo o contrato originário ser revisado a fim de restabelecer o equilíbrio na relação de consumo.

É possível financiar um veículo recuperado de sinistro?

Algumas seguradoras e empresas especializadas costumam recuperar carros sinistrados como forma de aumentar seus lucros e dar um novo destino aos veículos que estariam condenados à sucata.

Inclusive algumas empresas de idoneidade duvidosa omitem a informação do sinistro ao consumidor, com intuito de lucrar ainda mais com a venda do carro.

Contudo um veículo que foi recuperado de um acidente grave e já teve sua condenação decretada pode não mais oferecer total segurança ao condutor.

Desse modo, é muito comum que seguradoras sequer aceitem fazer o seguro desse tipo de bem.

Entretanto algumas financeiras aceitam fazer o financiamento do veículo, dependendo claro de análises internas de risco.

Porém o mais comum é que a financeira se recuse a efetuar o financiamento.

Isso ocorre porque certamente haverá um risco maior de acidente com o bem, que na verdade é a garantia do financiamento, ou seja, o carro é a garantia que o credor tem para quitação do débito em caso de inadimplência.

Então ter um carro recuperado pode não oferecer muitas vantagens tanto a quem compra quanto a quem irá financiá-lo.

Apesar do preço do veículo ser inferior a média de mercado, os riscos que o negócio implica devem ser levados em consideração a fim de que o prejuízo não seja ainda maior do que o financiamento de um carro sem histórico de acidentes.

Conclusão

Ter um carro roubado sem seguro é certamente uma situação desesperadora para o consumidor.

Isso porque além de ficar sem o bem adquirido com tanto esforço, este terá que continuar arcando com as parcelas do financiamento.

Dessa maneira, quem tem o carro roubado sem seguro deve fazer o possível para amenizar o prejuízo sofrido com o furto ou roubo.

Uma das melhores formas de fazer isso é através da revisão de contrato de financiamento.

O Brasil é um dos países que mais cobram juros no mundo, sendo que a maioria dos contratos bancários possuem algum tipo de cláusula abusiva.

A cobrança de juros abusivos é um dos principais vilões de nosso país.

Ao fazer a revisão contratual, o consumidor pode economizar mais da metade do valor de sua dívida.

Mesmo quem não teve seu veículo roubado ou furtado, deve se atentar ao financiamento.

Caso você desconfie que esta pagando valores elevados nas parcelas do carro, faça o Cálculo Revisional Gratuito com quem mais entende de revisão de dívidas e coloque um ponto final nos juros abusivos.

Willian dos Reis
Willian dos Reis
Co-fundador da empresa Reis Revisional, consultoria especializada na luta contra a cobrança de juros abusivos no Brasil, gerando economia financeira e proporcionando o equilíbrio nas relações de consumo entre seus clientes e Bancos e Financeiras. Condecorada pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE na categoria de Consultoria Financeira, foi premiada por sua preocupação na gestão da qualidade com certificação emitida pela LAQI, reconhecida pela ONU.

Qual sua opinião? Deixe um Comentário

avatar
 
smilegrinwinkmrgreenneutraltwistedarrowshockunamusedcooleviloopsrazzrollcryeeklolmadsadexclamationquestionideahmmbegwhewchucklesillyenvyshutmouth
  Inscreva-se  
Notificação de