Financiamento de carros usados

Financiamento de carros usados esquentam o mercado de seminovos

Publicado em 19 de setembro de 2021 na categoria Assuntos Gerais por Willian dos Reis

Em meio as ofertas de financiamento de carros usados, consumidor deve ficar atento aos juros abusivos.

Confira a alta do financiamento de carros usados

Quando o dinheiro esta apertado para efetuar a compra de um carro à vista, a solução acaba sendo o financiamento de carros usados.

Banner Dívida Busca e Apreensão

 

De fato, com a pandemia, inflação, e a crise financeira que se instalou no país, a compra do tão sonhado carro ficou um pouco mais distante para a maioria das famílias brasileiras que sonham com o conforto trazido pelo carro na garagem.

Entretanto, um fato tem chamado a atenção das pessoas. A supervalorização dos carros usados.

Com o fechamento das fábricas em razão da pandemia e também da escassez de insumos, houve um desabastecimento dos veículos novos nas concessionárias do país.

Isso fez com que um fenômeno raro acontecesse: a supervalorização dos veículos usados.

Dessa forma, o financiamento dessa modalidade de carros também foi impactada.

De acordo com dados divulgados pela Bolsa de Valores Brasileira, a B3, o financiamento de veículos novos e usados caíram 9,6% no último ano se comparados com o ano anterior.

A venda de veículos novos despencou, com queda de 26% em 2020 contra queda de 3,3% em relação aos veículos usados.

Já em 2021, o mercado esta demonstrando se recuperar aos poucos, com ofertas de crédito para o financiamento de carros usados e também de carros novos, com aumento de prazo e promessa de queda nos juros.

Porém, em meio a essa maré de ofertas de crédito, o consumidor deve redobrar sua atenção para não ser enganado pela ilusão da parcela que cabe no bolso. A cobrança de juros abusivos é pratica conhecida no mercado e acaba se tornando uma cilada para os desatentos, que ao final acabam pagando até mais de 100% do valor do veículo em forma de cobrança de juros.

Vale a pena financiamento de carros usados ?

Financiamento de carros usados e seminovos

A diferença entre o preço de um carro zero e seu similar de até dois anos usado é de cerca de 20% do seu valor em média.

Contudo, essa diferença na hora de efetuar o financiamento pode não ser tão expressiva, devido as ofertas de taxas de juros diferenciadas para o carro novo.

Dessa forma, fazer as contas antes de assinar o contrato de financiamento é fundamental para evitar armadilhas, principalmente em relação aos juros abusivos.

De acordo com dados divulgados pelo Banco Central do Brasil – Bacen, a taxa média de juros de financiamento de veículo novos é de 1,5% a 2%, contra uma média de 3,5% a 4,5% para veículo usados.

Contudo isso não significa necessariamente que é melhor financiar veículo novo a veículo usado.

Tanto o financiamento de carros usados quanto o financiamento de carro zero podem conter armadilhas contratuais, como por exemplo, a informação de uma taxa de juros mas a cobrança de outra, maior e mais vantajosa para o credor.

Outra forma de abuso comum é a inserção de tarifas abusivas como taxa elevada de Cadastro, tarifa de avaliação do veículo, seguros diversos como prestamista e também a cobrança de serviços de terceiros.

Como ficar longe dos juros abusivos ?

O conselho dos especialistas em meio a esse cenário é ficar atento as ofertas de bancos e financeiras, devendo ser comparada a taxa de juros e valor da parcela juntamente com o montante financiado e o valor que será devolvido ao banco, para não ser mais uma vítima da cobrança de juros abusivos praticada por essas instituições.

Se o contrato já foi assinado, uma empresa especializada como a Reis Revisional deve ser procurada para detectar e combater a cobrança abusiva de juros.

No Brasil, a Reis Revisional é líder em revisão de contratos e já proporcionou economia financeira real para milhares de brasileiros.

De acordo com a empresa, mais de 90% dos contratos de financiamento possuem algum tipo de abuso, e podem ser revisados.

Qual a melhor hora para comprar um carro?

Essa pergunta deve ser respondida com base na necessidade do consumidor.

Isso porque houve aumento da taxa SELIC (taxa básica de juros da economia), que subiu no último mês de agosto/2021 de 4,25% para 5,25%.

A taxa Selic influencia diretamente todas as demais taxas de juros do Brasil, como as cobradas em empréstimos e financiamentos.

Dessa forma, quando a taxa Selic diminui significa que o governo deseja acelerar a economia diminuindo os juros e estimulando a compra.

Já com aumento da Selic os preços tendem a ficar mais baixos ou estáveis, tendo como consequência o controle da inflação, porém com aumento de juros em empréstimos e financiamentos.

Isso significa que o financiamento de carros usados fica mais caro quando a Selic sobe.

Com a volta da produção da indústria, a tendência é que os estoques de veículos estabilizem, trazendo novamente estabilidade no preço do carro tanto novo quanto usado.

Entretanto, o aumento da Selic significa que financiar esses veículos ficou mais caro.

Em suma, para quem quer comprar um carro à vista, é aconselhável aguardar mais um pouco a fim de que os preços voltem ao normal com a volta da produção industrial.

Já para quem quer financiar, o cenário atual não é bom mas tende a piorar no futuro próximo.

Como se livrar de financiamento de carros usados com juros abusivos

No cenário atual, tanto o preço dos carros usados quanto dos veículos novos estão elevados.

Ou seja, aqueles que puderem aguardar a situação se estabilizar, têm maiores chances de se dar bem.

Entretanto, como devem agir aqueles que querem trocar de carro ou simplesmente escapar dos juros abusivos contido no financiamento de carros usados e novos no momento atual?

Antes de mais nada, a principal dica para quem tem um financiamento com altas parcelas e não aguenta mais pagar a prestação do carro, é fazer uma consulta com um especialista sobre juros abusivos.

Uma revisão de contrato, quando bem elaborada, pode reduzir o total devido em mais da metade de seu valor, de modo rápido e seguro.

Para descobrir se o seu contrato possui juros abusivos, faça o Cálculo Revisional.

Após se livrar do financiamento abusivo, a principal dica para aqueles que querem trocar de carro sem se enforcar com os altos preços e as altas taxas de juros é ir atrás de veículos menos procurados, que tendem a ter um preço menos salgado.

Os modelos chamados “usadões”, fabricados a mais de quatro anos, estão com os preços praticamente estáveis, com variação menor de 0,16% na média de preços.

E por fim, se desconfiar que os juros estão elevados demais e que a parcela vai pesar no bolso, evite a compra e fale com a Reis Revisional.

Publicado em Assuntos Gerais
0 Comments

No Comment.

Fale conosco pelo Whatsapp

Olá, estamos on-line para conversar sobre Juros Abusivos, mas por critério de segurança, me informe primeiramente os dados abaixo para darmos início em nossa conversa pelo WhatsApp.