Revisão de juros bancários

Motivos para fazer a revisão de juros

O banco sempre tentará levar vantagem em suas transações, por esse motivo preparamos o artigo “10 motivos para fazer a revisão de juros bancários”.

Com isso, estamos expondo abaixo os motivos que levam as instituições a baterem recorde de lucro todos os anos.

A saber, apenas no segundo trimestre deste ano, o lucro dos 4 principais bancos subiu 21%.

Dessa maneira, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander somaram um lucro de R$ 21,5 bilhões.

Infelizmente boa parte desse lucro se deve a cobranças abusivas.

Portanto se você possui financiamento bancário, cheque especial, cartão de crédito ou algum empréstimo, leia esse artigo até o final.

Você irá descobrir 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários e com isso certamente colocar um fim na cobrança exagerada de juros.

1 – Juros abusivos

Revisão Juros Bancários Abusivos

Revisão de juros abusivos

Dos 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários, certamente a cobrança abusiva de juros é a campeã de reclamações.

Os juros abusivos estão presentes na maioria dos contratos bancários.

Por esse motivo a revisão deve ser efetuada quando o valor da dívida extrapola os limites de juros abusivos contido no contrato.

A saber, o Banco Central do Brasil – Bacen – divulga mensalmente os valores médios de juros praticados no mercado.

Então quando o contrato esta excessivamente oneroso para o consumidor, este poderá ser revisado.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor e também o Código Civil, quando há obtenção de vantagem excessiva sobre outra pessoa sem motivo justificado, estará se infringindo a lei.

Nesse sentido, o CDC elenca que cláusulas abusivas em contratos devem ser revistas.

O juro abusivo é o principal causador do endividamento de uma pessoa, que acaba pagando duas ou três vezes o valor da dívida.

Esse valor pago a título de juros certamente poderia ser utilizado em inúmeras outras coisas, como investimento em qualidade de vida ou aplicações visando retorno de remuneração.

Portanto os juros abusivos é a principal razão dentre os 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários.

2 – Taxas e tarifas embutidas nos contratos sem consentimento do consumidor

Taxas Abusivas em Revisões

Revisão Contratual e as Taxas de Juros Abusivos

Embutir taxas e tarifas em contratos bancários é prática corriqueira dentre bancos, porém pode ser abusiva.

De fato que valores como IOF (Imposto sobre operações Financeiras) e até mesmo tarifa de cadastro podem estar contidos no contrato.

Esses valores devem ser condizentes com a legislação e não podem extrapolar os limites da razoabilidade.

Contudo não é raro encontrar tarifas de terceiros, seguros, títulos de capitalização e serviços diversos embutidos nos contatos bancários.

A saber, o Código de Defesa do Consumidor proíbe o condicionamento de venda de um determinado produto ou serviço atrelado a outro.

Então embutir esse tipo de tarifa sem a devida justificativa ou consentimento do consumidor é prática abusiva.

Em alguns casos, os valores das tarifas podem significar demasiado aumento no valor total da dívida.

Assim, tarifas embutidas deve figurar entre os 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários.

Uma revisão contratual pode identificar essas tarifas, e mediante a comprovação de sua ilegalidade, esses valores poderão ser devolvidos ao bolso do consumidor.

3 – Falta de clareza e acesso às informações motivam a revisão de juros bancários

Revisão de Contrato Bancário

Motivos para revisar contrato

Esse sem dúvidas é um fator que leva a inúmeros outros problemas em contratos bancários.

Isso porque muitas vezes assinamos documentos extensos, com letras pequenas e de difícil compreensão.

Decerto que isso desmotiva o consumidor a efetuar a correta leitura do contrato, fazendo com que ele acabe assinando o documento sem sua completa leitura.

De fato que um contrato deve ter todas as previsões para que seja devidamente cumprido.

Entretanto existem regras para sua confecção, principalmente em se tratando de contratos de adesão.

A saber, um contrato de adesão segundo o Código do Consumidor deve ser redigido de maneira clara e direta, com letras ostensivas e legíveis.

Até mesmo o número da fonte utilizado para confecção do contrato é pré-determinada pelo CDC, não podendo ser inferior ao tamanho 12.

Para saber mais sobre contratos de adesão, leia o artigo “Contratos de Adesão: como se defender de cláusulas abusivas”

Por fim, a revisão de juros bancários deve ser efetuada quando o contrato é obscuro e de difícil compreensão, pois isso certamente contribui no desfavorecimento do consumidor perante a instituição bancária.

4 – Juros de mora em caso de inadimplência

Quando um contrato bancário esta com alguma parcela em atraso, o consumidor sofrerá a incidência dos chamados “juros de mora”

Isso significa que uma dívida com atraso no pagamento sofrerá acréscimo de juros pelo atraso além da multa, estipulada por lei em no máximo 2% do valor do boleto.

Contudo em casos onde há alienação de bens, como um veículo por exemplo, o atraso em uma parcela poderá incorrer no vencimento antecipado de toda a dívida.

Isso significa que, caso ultrapassados os prazos contidos no contrato, e se assim for de vontade do credor, ele poderá exigir o pagamento integral do débito em aberto, e não apenas da parcela que atrasou.

Dessa maneira, credores costumam ofertar a atualização da dívida com cobrança de juros altíssimos, lesando ainda mais o bolso do financiado.

Por esse motivo a cobrança de juros de mora deve ser combatida pela revisão de juros bancários.

5 – Risco de apreensão de veículos alienados

Busca e Apreensão de Veículo

Apreensão de bens e os juros abusivos

Um contrato de alienação fiduciária prevê um determinado bem dado em garantia ao pagamento da dívida.

Comumente esse tipo de contrato é utilizado para financiamento de veículos.

Dessa forma, a inadimplência do pagamento das prestações, mesmo com incidência de juros abusivos como já visto, fará com que o credor queira retomar o bem para si.

Isso porque esse tipo de contrato prevê a retomada do bem para pagamento da dívida, seja de maneira integral ou parcial.

Em suma, o consumidor paga a entrada, paga as parcelas do bem, e quando tem um imprevisto corre o risco de perder tudo e ainda continuar devendo ao banco.

Tudo isso graças novamente ao juros abusivos.

Dessa maneira, contratos bancários de veículos que possuem alienação fiduciária em garantia ao pagamento da dívida devem ser objeto da revisão de juros abusivos.

Certamente que uma revisão bem efetuada, através de um profissional sério e competente, evitará que o bem sofra apreensão.

6 – Cobrança Vexatória também pode ser combatida através da revisão de juros bancários

Quando um determinado contrato esta com parcelas em atraso, comumente o credor o cederá a escritórios de cobrança.

Esses escritórios por sua vez possuem metas para recebimento de valores de dívidas.

E para eles, quanto maior for a cobrança de juros, melhor.

Dessa maneira seus colaboradores são capacitados e pressionados por meio de metas para sufocarem o consumidor.

Então começam as ligações excessivas, ameaças e constrangimentos, com a finalidade de recebimento dos valores devidos.

Esse tipo de cobrança é chamado de cobrança vexatória, proibida pelo CDC.

Ao fazer a revisão de juros bancários o consumidor estará combatendo essa prática abominável.

Isso porque em  uma revisão feita por um especialista, as ligações não mais serão atendidas pelo consumidor, mas sim pelo profissional capacitado e gabaritado a obter as melhores ofertas e alçadas de descontos, sem a incidência de juros.

Entretanto antes de contratar uma assessoria para revisão de juros, é fundamental tomar alguns cuidados.

Para saber como contratar uma empresa ideal contra juros abusivos, leia o artigo: Consultoria Ideal contra Juros Abusivos.

7 – Desequilíbrio na relação de consumo

Desequilíbrio Contratual

Desequilíbrio Contratual

O Código Civil determina que enriquecer as custas de outra pessoa sem motivo justificado é caracterizado como crime.

Isso significa que qualquer pessoa, seja física ou jurídica, que obtiver vantagem excessiva sobre outra pessoa, estará cometendo um abuso.

Esse tipo de conduta causa o desequilíbrio na relação de consumo e lesa o bolso do consumidor.

A título de exemplo, um banco que cobra juros em demasia em um determinado contrato estará enriquecendo às custas do financiado, que certamente terá muito mais dificuldade em pagar sua dívida por haver cobrança exagerada de juros.

Assim, ao denunciar um contrato abusivo, o consumidor estará contribuindo para que credores repensem sua política de cobrança de juros.

E certamente que o desrespeito ao Código Civil é um dos 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários.

8 – Desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor

Desrespeitar o Código de Defesa do Consumidor é certamente um excelente motivo para fazer a revisão de juros bancários.

Isso porque, toda vez que o consumidor aceita calado a tirania bancária, estará enfraquecendo a legislação que o protege.

O Código de Defesa do Consumidor é a legislação criada justamente para garantir os direitos e deveres nas relações de consumo.

Assim, ao fazer a revisão de juros bancários, certamente o consumidor também estará contribuindo para melhoria do sistema de forma geral.

9 – Risco de execução judicial e perda de bens e valores

Revisar contratos de bancos

Como revisar contratos de bancos

Uma dívida alta, com incidência de juros em excesso, aumenta o risco do consumidor não conseguir honra – lá.

Isso porque não é simples manter todas as contas em dia e ainda carregar o peso dos juros abusivos.

Quando isso acontece, o credor poderá ingressar com uma ação contra o consumidor para retomar bens ou valores em seu nome, com intuito de quitar a dívida em aberto.

Essa ação é chamada de Execução Judicial, e visa principalmente o bloqueio de contas do devedor.

Entretanto existem inúmero abusos cometidos nesse tipo de ação que também devem ser combatidos.

Para saber tudo sobre a execução de dívida, leia o artigo: Execução de dívida bancária: como não perder os seus bens para o banco

10 – Restabelecer sua vida financeira com obtenção de economia real através da revisão de juros bancários

Nada como pagar o valor justo por qualquer tipo de dívida.

Seja cartão de crédito, cheque especial, financiamento de veículos ou empréstimos pessoais.

Pagar um valor justo, livre de abusos, é o mais correto.

Com isso o consumidor tem uma folga para pensar no que mais importa: o seu bem estar e o de sua família.

Deixar de pagar juros abusivos para o banco pode significar maior poder aquisitivo para desfrutar de viagens ou fazer aquisições que garantam uma melhor qualidade de vida.

Simplesmente a cobrança de juros abusivos pode e deve ser feita.

A revisão de juros bancários trará uma sensação de alívio contra a tirania bancária e fará com que se aflore o senso de justiça.

Como descobrir se minha dívida tem juros abusivos

Para descobrir se você também esta sendo mais uma vítima da cobrança abusiva de juros, é muito simples.

Basta preencher o Cálculo Revisional Grátis que um consultor especializado da Reis Revisional examinará o seu débito e trará informações valiosas sobre a cobrança de juros.

A Reis Revisional atua desde 2013 com revisão de juros bancários, e já proporcional economia real a milhares de pessoas.

Através da Reis Revisional você irá reduzir sua dívida pela metade.

Portanto não perca mais tempo e fale agora mesmo com a empresa líder em redução de dívida bancária no país.

 

Conclusão

Esse artigo trouxe os 10 motivos para fazer a revisão de juros bancários mais valiosos para alertar o consumidor sobre a cobrança de juros abusivos.

O excesso de juros contido nos contratos bancários em geral oneram o bolso do consumidor e prejudicam sua vida financeira trazendo problemas pessoais e profissionais.

Além dos juros abusivos, tarifas indevidas embutidas no contrato e cobrança vexatória estão entre os campeões de reclamação.

Portanto para todas as pessoas que possuem algum tipo de dívida bancária, seja ela proveniente de cartão de crédito, cheque especial, empréstimos e financiamentos, devem procurar ajuda profissional.

A consultoria Reis Revisional é líder em redução de juros abusivos no Brasil.

Dotada de profissionais altamente qualificados e certificada pela Norma ISO 9001, a Reis Revisional reduzirá sua dívida pela metade.

Fale agora mesmo com um consultor e coloque um ponto final na cobrança de juros abusivos.

Willian dos Reis
Willian dos Reis
Co-fundador da empresa Reis Revisional, consultoria especializada na luta contra a cobrança de juros abusivos no Brasil, gerando economia financeira e proporcionando o equilíbrio nas relações de consumo entre seus clientes e Bancos e Financeiras. Condecorada pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE na categoria de Consultoria Financeira, foi premiada por sua preocupação na gestão da qualidade com certificação emitida pela LAQI, reconhecida pela ONU.

Qual sua opinião? Deixe um Comentário

avatar
 
smilegrinwinkmrgreenneutraltwistedarrowshockunamusedcooleviloopsrazzrollcryeeklolmadsadexclamationquestionideahmmbegwhewchucklesillyenvyshutmouth
  Inscreva-se  
Notificação de
WhatsApp chat