Juros Abusivos e a Crise Financeira

juros abusivos e a crise financeira

Como administrar suas finanças

Olhar para o futuro para a maioria das pessoas esta muito complicado, pois o presente parece estar cada dia mais difícil. A crise econômica que o Brasil atravessa acabou deixando muitas famílias endividadas, e colocar as finanças em dia parece uma missão impossível em meio a tanta má notícia como desemprego, inflação e cobrança de juros abusivos por parte de bancos e financeiras.

O conselho de todo bom economista é fazer suas compras sempre à vista, na medida do possível, mas quando o investimento é alto como o financiamento de um veículo, por exemplo, essa tarefa se torna quase impossível tendo em vista o alto valor do bem e a dificuldade em guardar dinheiro para efetuar essa compra. Nessa hora o consumidor deve redobrar a atenção para não cair na armadilha dos juros abusivos.

Fique longe dos juros abusivos!

Segundo o Bacen, que é o órgão do governo responsável pelo equilíbrio do poder de compra e do sistema financeiro do país, a taxa média de juros para aquisição de veículo no mês de dezembro de 2016 foi de 33,05% ao ano para pessoas físicas. Isso significa uma taxa mensal de mais de 2,40% de juros por mês de financiamento, ou seja, um financiamento de 10 mil reais em 48 parcelas, o consumidor irá devolver ao banco quase 17 mil reais.

Portanto é imprescindível ficar atento às taxas de juros e aos valores reais que serão pagos em uma contratação de financiamento para não ser mais uma vítima da cobrança abusiva e indevida. Caso o consumidor tenha dúvidas se esta ou não pagando muito juros ao banco, deve procurar imediatamente uma empresa especialista para fazer os cálculos e detectar a cobrança de juros abusivos. A Reis Revisional possui os profissionais mais qualificados do mercado para atender com transparência e eficiência em relação a todos os tipos de contratos de financiamentos. Fale agora com um consultor e agende sua visita gratuita.

Juros Abusivos e a Crise Financeira
Avalie este post

Fundador da Consultoria Reis Revisional, aliado com a sua equipe já atingiu mais de 70 milhões em economia bancária para os clientes da empresa.

Condecorado pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE como Empresário do Ano 2018 na categoria de Consultoria Financeira. Conquistou a Medalha de Honra Cruz de Malta, certificado em “Marketing & Branding – Manager Leader”, Master in Total Quality Administrations, Global Quality Certification, Brazil Quality Certification, emitidos pela LAQI, reconhecida pela ONU.

Condecorado pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação) com o “Prêmio Referencia Nacional – Consultoria Financeira em Juros Abusivos 2018”, selo de “Referência Nacional & Qualidade Empresarial – Consultoria Financeira em Juros Abusivos”, “Troféu Responsabilidade Cultural 2018”.

Evandro dos Reis
Evandro dos Reis
Fundador da Consultoria Reis Revisional, aliado com a sua equipe já atingiu mais de 70 milhões em economia bancária para os clientes da empresa. Condecorado pela LATIN AMERICAN QUALITY INSTITUTE como Empresário do Ano 2018 na categoria de Consultoria Financeira. Conquistou a Medalha de Honra Cruz de Malta, certificado em “Marketing & Branding – Manager Leader”, Master in Total Quality Administrations, Global Quality Certification, Brazil Quality Certification, emitidos pela LAQI, reconhecida pela ONU. Condecorado pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação) com o “Prêmio Referencia Nacional – Consultoria Financeira em Juros Abusivos 2018”, selo de “Referência Nacional & Qualidade Empresarial – Consultoria Financeira em Juros Abusivos”, “Troféu Responsabilidade Cultural 2018”.

4 Comentários

  1. Referem-se a juros de financiamento de veículos, o que dizer dos juros do cartão de crédito então?
    Se compararmos os dois modelos o financiamento de carro é até barato em relação ao financiamento do cartão de crédito.
    Porque esse assunto não é tratado por vocês. ?

  2. Heloísa Carla Silva disse:

    Oi fiz um empréstimo na Crefisa já paguei mais que devia e por eu ter atrasado uma parcela fizeram um novo contrato cobrando mais 10×110. Desconta direito no pagamento do INSS, se caso eu transferi de banco para de descontar essas parcelas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.