Taxa de Corretagem é considerada abusiva?

Taxa de Corretagem é considerada abusiva?

A presença e o trabalho de um corretor de imóveis é fundamental e imprescindível para não cairmos em armadilhas na hora de adquirir o tão sonhado imóvel. Ao sermos atendidos por um corretor devidamente credenciado, temos uma certa garantia quanto a fatores muito importantes como documentação e procedência, afinal, os valores a serem investidos muitas vezes perfazem a soma de uma vida, e nada melhor do que ser devidamente orientado por um profissional para que possamos ter a certeza de que não iremos cair em armadilhas.

Então por que questionar os valores que pagamos aos corretores? Na verdade, os valores que devem ser recebido por eles a título de corretagem são justos e gratificam o esforço por realizar uma venda tão grandiosa e importante. A questão é: Quem deve pagar a taxa de corretagem?

Quando adquirimos um imóvel na planta, somos atendidos pelos corretores que nos explicam e orientam sobre todas as etapas da compra do imóvel. Porém, quem contratou esses corretores que ficam disponíveis durante o plantão de vendas não foi o consumidor, mas sim a construtora ou incorporadora. Pela legislação, não somos obrigados a pagar por um serviço ao qual não contratamos.

Ao ingressar na justiça para devolução dos valores pagos referentes a taxa de corretagem não estamos questionando se esses corretores devem ou não receber os valores, mas sim quem deve paga-los, afinal, não foi o consumidor que os contratou. Nesse entendimento, os Tribunais de Justiça de todo o Brasil vem dando ganho de causa aos consumidores, que por desconhecerem seus direitos, acabam sendo lesados por cobranças abusivas, como a corretagem.

Taxa de Corretagem é considerada abusiva?
Avalie este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Online